Tel: (71) 3333-8000

Fax: (71) 3333-8176

O primeiro blog sobre investimento imobiliário na Bahia

28.09.2012

Sem categoria

Como conviver bem em um condomínio

{lang: 'pt-BR'}

Regras de condomínios ajudam a boa convivênciaSe você está indo morar pela primeira vez em um condomínio, ou está chegando em um outro, é preciso conhecer algumas regras universais, tanto para você colocar em prática quanto, se necessário, você cobrar dos seus vizinhos e ter uma boa convivência no novo lar.

 

Conheça as regras

 

Antes de alugar ou comprar um apartamento em um novo condomínio, procure conhecer as regras que regem o mesmo. Procure saber de cada detalhe, pois, mesmo que não concorde com algumas delas, terá que segui-las para que tudo fique em ordem. Funciona assim: algumas regras não agradam a todos, mas alguns acabam cedendo alguns pontos para que a maioria prevaleça. Siga as regras e, se julgar que são inconvenientes, tente mudá-las, mas jamais desrespeitá-las.

 

Vá para as reuniões

 

Uma forma de ficar a par da regras e até tentar mudá-las, ou sugerir novas é ir para as reuniões de condomínio.
É nas reuniões que decisões importantes são tomadas para o bem comum. Lembre-se: todos têm direitos iguais em um condomínio. Cada condômino tem poder de voto e de sugerir ideias. Nem mesmo o sindico é rei, seu papel é zelar para que as regras sejam cumpridas.
As reuniões podem parecer “chatas”, mas são de vital importância. Dê a devida importância para elas.
Uma coisa legal a se fazer na sua primeira reunião e tomar par se há comissões de moradores para temas importantes como decoração natalina, reforma do salão de festas, reforma da piscina, reforma da fachada, etc.

 

Use o bom senso

 

No geral, a melhor maneira de evitar problemas com a nova vizinhança é usar o bom senso. Para que isto seja alcançado tenha em mente as seguintes palavras:

– Compromisso;
– Confiança;
– Cooperação;
– Fraternidade;
– Harmonia;
– Justiça;
– Liberdade;
– Qualidade;
– Respeito;
– Responsabilidade;
– Solidariedade;
– Tolerância;

Se deparar com algum problema, procure analisar se está seguindo esses princípios. Se surgir problemas com algum vizinho, não importante o tamanho, procure usar a parcimónia e resolver com calma.
Esses princípios também servem para que você procure evitar causar transtornos ao restante do condomínio.

 

Confraternize com seus vizinhos

 

Para começar com o pé direito e conquistar um pouco de confiança dos seus novos vizinhos, que tal fazer uma confraternização para estreitar as relações?
Aproveite a confraternização para conhecer o perfil de cada um dos seus novos companheiros de porta ou de prédio. Para tanto, vale qualquer pretexto para sua confraternização, seja o Natal, amigo-secreto, Dia dos Pais, Dia do amigo, etc.
Essas reuniões mais informais também ajudam a circulação de informações úteis sobre os fatos do condomínio, já que ninguém sabe de tudo.
E, quem sabe, em uma dessas confraternizações, você não acaba fazendo um novo amigo?

 

Principais Problemas

 

Bom, se você seguir o bom senso e usar aquelas palavras listadas aqui exemplificadas, com certeza, irá evitar os seguintes problemas, que são os mais gerais encontrados em condomínio em todo o mundo:
– Som alto;
– Barulho excessivo ocasionado por festas ou reunião de amigos;
– Uso indevido de áreas comuns;
– Falta de cuidados com seu animal de estimação em locais de circulação pública, além do excesso de latidos.

 

O vizinho ideal

 

Para você se tornar o vizinho ideal é preciso cumprir todas ou, se não for possível, a maioria das regras do condomínio. Também será preciso que tenha o seu bom senso apurado.
Será que é tão complicado assim?



*

*

*

Corretor Online
© 2010 Ponto 4 & Coelho da Fonseca - CRECI J-1195 - Todos os direitos reservados.